(31) 3423-6677 | (31) 98488-3437 | (31) 99972-2069

Manutenção em Subestação 13,8 Kv

Para chegar até nossas casas e empresas, a energia elétrica percorre um sistema de transmissão começa nas usinas e passa por subestações, onde equipamentos (transformadores) equilibram (aumentam ou diminuem) a diminuição da tensão elétrica. Ao ser elevada, evita-se a perda excessiva de energia na distribuição; já, para a energia ser utilizada pelos consumidores, a tensão é rebaixada.

A Manutenção em Subestação 13,8 Kv formam um sistema de proteção, controle, transmissão e distribuição de energia de alta potência da fonte geradora até a unidade consumidora. Além disso, podem transformar e armazenar a tensão gerada, fazendo o papel de pontos de entrega para atender às demandas. Além das grandes subestações fixas, existe a possibilidade de instalar essas unidades em outros espaços públicos ou privados.

Por regularem a distribuição de energia, são, em geral, utilizadas em obras importantes e de grande porte, como indústrias, universidades, locais de eventos e até na manutenção de energia elétrica da concessionária local, evitando prejuízos. Em hospitais, por exemplo, uma subestação pode salvar vidas.  

Uma das vantagens de contar com a Manutenção em Subestação 13,8 Kv  é ter um local específico e isolado para o recebimento de energia. Além disso, Manutenção em Subestação 13,8 Kv será utilizada para realizar a distribuição correta para cada local, recebendo equipamentos específicos que auxiliaram na regulagem da tensão, inibindo sobrecargas que podem prejudicar máquinas e outros produtos que precisam de energia elétrica para o funcionamento.

Essencialmente, as subestações contam com equipamentos de proteção e transformadores que rebaixam ou elevam a tensão da energia para diversas finalidades. De acordo com elas, as subestações podem ser:

  • Subestações de energia elevatórias

São instaladas junto às usinas geradoras. Elas elevam a tensão para que a energia seja transmitida aos centros de consumo de modo econômico.

Isso ocorre porque, quanto maior a tensão, menores são as perdas geradas no transporte pelo aquecimento da eletricidade com os condutores das linhas de transmissão (conhecido como efeito Joule).

  • Subestações de energia de distribuidoras

Reduzem a tensão ao chamado “nível primário de distribuição”, com valores padronizados iguais ou superiores a 2,3 kV – a chamada média tensão.

Também conhecidas como “estações de transmissão”, concentram grandes blocos de carga. E estes são conduzidos às estações de “subtransmissão” das distribuidoras, mais próximas aos pontos de consumo.

  • Subestações de energia rebaixadoras

Localizadas junto às cidades, diminuem a tensão ao nível próprio para a população.

Devido à ação das subestações rebaixadoras, consumidores finais recebem a energia em baixa tensão (110 a 440 V).

  • Subestações de energia de consumidores

Grandes consumidores (com potência instalada igual ou superior a  75 kW) são abastecidos em tensão primária. Ou seja, recebem energia em média tensão, diretamente das estações de subtransmissão ou da rede da concessionária local.

Por isso grandes indústrias, centros comerciais, edifícios, condomínios residenciais, supermercados, hospitais e obras ou eventos que necessitam de cargas elevadas precisam ter suas próprias subestações transformadoras.

Em geral, as subestações de consumidores transformam a energia de média para baixa tensão. Dessa forma, ela pode ser utilizada em máquinas e equipamentos industriais, hospitalares ou comerciais.

Veremos agora o que deve ser levado em conta na hora de projetar uma subestação de energia para grandes consumidores.

Projeto de Subestação Consumidora

O primeiro passo para a construção de uma subestação de energia de consumo industrial ou comercial é fazer um projeto para definir aspectos como:

  • Local da instalação da subestação dentro do terreno da empresa.
  • Tipo, potência e dimensionamento da subestação, de acordo com o levantamento da demanda energética.
  • Como será feita a derivação a partir da rede da concessionária local.
  • Que tipo de cabo e de tubulação será utilizado no projeto.

O projeto começa com o cálculo de demanda a ser contratada. Ou seja, o projetista define quanta energia é necessária para suprir as cargas elétricas. E assim garantir as atividades da indústria, comércio ou edifício.

Com base nesse estudo, é calculada a potência ideal dos transformadores, chaves seccionadoras, disjuntores e dos equipamentos de proteção da subestação, como para-raios e aterramento.

Manutenção em Subestação 13,8 Kv em Belo Horizonte!

Além de acidentes elétricos (como curtos, incêndios e explosões), a falta de manutenção de subestações pode causar a interrupção do fornecimento de energia.

Portanto, a manutenção é essencial para evitar a paralisação de indústrias, shoppings, supermercados, empresas e serviços essenciais, como hospitais.

Toda subestação de energia requer uma manutenção anual. E essa manutenção tem que ser bem feita, para prover segurança à continuidade no fornecimento de energia para a indústria ou edificação.

O ideal é que empresas com subestações próprias tenham um plano de manutenções programadas de natureza preventiva, preditiva e corretiva.

Enquanto as manutenções de subestação preventivas avaliam e mantém os equipamentos em boas condições para prevenir defeitos, as preditivas são executadas quando problemas já previstos estão prestes a acontecer. As intervenções são feitas de modo planejado, rápido e econômico.

Já as manutenções corretivas são executadas para consertar falhas. Quando não são programadas e ocorrem por falta de manutenções preventivas, precisam ser realizadas em caráter emergencial.

E nesses casos significam, quase sempre, interrupção no fornecimento de energia.

Com atendimento em todo o Brasil, a Força Elétrica investe primordialmente em treinamentos e estrutura para assim oferecer resultados ideais e seguros a todos, sempre com ótimos preços, prazos e garantias.

Para saber mais sobre Manutenção em Subestação 13,8 Kv
Ligue para (31) 99972-2069 ou (31) 98476-2347

veja também

mais notícias